Skip navigation

EFEITOS DO COBRE NO MEIO AMBIENTE

Quando o cobre permanece no solo, ele ataca fortemente a matéria orgânica e os minerais. Como resultado disso, o cobre não se desloca para áreas muito distantes após sua “liberação”e dificilmente atinge águas subterrâneas. Na água superficial, o cobre pode percorrer grandes distâncias, tanto de forma suspensa como partículas pequenas, ou na forma de íons livres.
O cobre não se fragmenta no ambiente e, por causa disso, ele pode se acumular em plantas e animais quando se encontra no solo.
Em solos ricos em cobre, somente um número limitado de plantas têm a chance de sobreviver. Isso acontece por que não há uma grande diversidade de plantas que estão adaptadas a concentrações tão altas de cobre no ambiente.
Devido aos efeitos que altas concentrações de cobre causam nas plantas, há uma séria ameaça para as produções agrícolas e fazendas.
O cobre pode seriamente influenciar os procedimentos de algumas fazendas, dependendo da acidez do solo e da presença de matéria orgânica.

Precauções

Contaminação de água por cobre

Contaminação de água por cobre

Todos os compostos de cobre deveriam ser tratados como se fossem tóxicos, uma quantidade de 30 g de sulfato de cobre é potencialmente letal em humanos.

O metal em pó é combustível, inalado pode provocar tosse, dor de cabeça e dor de garganta, recomenda-se evitar a exposição laboral e a utilização de protetores como óculos, luvas e máscaras. O valores limites ambientais são de 0,2 mg/m³ para vapor de cobre e 1 mg/m³ para o pó e névoas. Reage com oxidantes fortes tais como cloratos, bromatos e iodatos, originando o perigo de explosões.

A água com conteudo superiores a 1 mg/l pode contaminar com cobre as roupas e objetos lavados com ela, e conteúdos acima de 5 mg/L tornam a água colorida com sabor desagradável. A Organização Mundial da Saúde ( OMS ) no Guia para a qualidade da água potável recomenda um nível máximo de 2 mg/L , mesmo valor adotado na União Européia. Nos Estados Unidos a Agência de Proteção Ambiental tem estabelecido um limíte de 1,3 mg/L.

As atividades mineiras podem provocar a contaminação de rios e águas subterrâneas com cobre e outros metais tanto durante a exploração como uma vez abandonada. O derramento mostrado na foto provem de uma mina abandonada em Idaho. A coloração turqueza da água e rochas se deve a presença de precipitados de cobre.

One Comment

  1. sou engenheiro ambiental acabei de mi forma adoraria trab com vcs sou de minas gerais


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: